Blog

Negócios

Informações sobre resíduos também devem ser protegidas

quarta-feira, 25 de setembro de 2019


Ainda que cada vez mais empresas, corretamente, se preocupem com os resíduos que geram e com processos de descarte, é comum jogar dados fora junto com o lixo.

Os resíduos de um negócio merecem atenção especial também do ponto de vista da organização da informação: esses dados ajudam a definir políticas internas de descarte e podem ser considerados estratégicos. Ou seja, trata-se de informações cuja circulação deve ser observada com atenção.

Recentemente, por exemplo, chamou atenção o fato de que a empresa que coleta e gerencia os dados de controle do lixo do município de São Paulo, com acesso a informações sobre a participação na cadeia do lixo de todos os estabelecimentos comerciais e industriais da capital paulista, pertence a uma holding que vende soluções ambientais para outras pessoas jurídicas.

A notícia surpreende porque faz empresários da maior cidade do país se perguntarem se os dados dos seus negócios estarão seguros e não se tornarão mercadoria para terceiros.

O lixo de uma pessoa pode ser o tesouro de outra, diz um velho ditado. Mas, em casos assim, é importante reconhecer de antemão o tesouro que são os dados sobre resíduos do seu negócio.

Transparência e a prestação de contas são fundamentais para qualquer organização. Mas exercer controle e monitoramento ativos do próprio fluxo de informação também importa: só assim se podem antecipar eventuais carências e problemas para planejar os próximos passos.

A sua empresa gere e protege informações desse tipo? Se a resposta for “não”, talvez seja hora de reciclar sua visão sobre o tema.


Tags: - - - - -