Blog

Negócios

Por que a internet ainda não facilita a abertura de um negócio?

quarta-feira, 9 de outubro de 2019


As ferramentas digitais andam longe de satisfazer paulistanos e cariocas interessados em abrir novos negócios.

É isso que aponta o Smart Cities Index (SCI) 2019, uma pesquisa global conduzida pelo do World Competitiveness Center do International Institute for Management Development (IMD), uma escola de negócios sediada na Suíça.

O estudo compara dezenas de cidades mundo afora segundo diversos critérios. No geral, São Paulo e Rio de Janeiro ficaram em 90º e 96º lugar no SCI, respectivamente.

No quesito “Serviços online fornecidos pela cidade facilitam a abertura de um novo negócio”, especificamente, ambos os municípios brasileiros acabaram abaixo da média mundial de 60 pontos: SP ficou com 52,62 pontos, e o Rio, com 36,94 pontos apenas.

A avaliação foi feita pelos próprios habitantes das duas maiores cidades do Brasil. Ou seja, SP e Rio ficaram na lanterna porque seus moradores têm percepção negativa sobre as soluções digitais que elas oferecem.

“Potencialmente, a tecnologia pode ajudar, mas ela precisa ser inserida no contexto certo”, disse em entrevista ao Estadão o professor-adjunto de economia e competitividade do IMD Christos Cabolis.

O acadêmico, que dirigiu a pesquisa, lembra que novas tecnologias podem até ajudar a melhorar os resultados, mas para isso elas têm de ser bem aplicadas — o que parece não ser o caso ultimamente.

Diante da burocracia para abrir um negócio no Brasil, manter documentos em ordem e atualizados é ainda mais fundamental. Sua empresa se dedica a organizar documentos de maneira eficiente?

É possível conferir o SCI 2019 na íntegra (em inglês) clicando aqui.


Tags: - - - - - -