Blog

Termos de responsabilidade: a clareza a serviço da confiança

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

 

Hoje a expressão “termos de responsabilidade e confidencialidade” remete diretamente às letras miúdas de contratos de adesão a redes sociais como Facebook e Instagram — que, muitas vezes, se mostram justamente irresponsáveis e inconfidentes. Mas isso não tem quase nada a ver com a proposta original desse tipo de compromisso, muito menos com o grau de empenho e engajamento que a Redata tem com seus clientes.

 

Quando o assunto é organização da informação, sigilo é uma palavra-chave. É preciso assegurar que dados estratégicos dos clientes estão em ordem, sempre à mão, mas também preservados por um time de profissionais comprometidos com os valores e as preocupações da empresa contratante.

 

Só assim é possível acessar o arcabouço de dados de uma organização — seja ela pública ou privada —  e aprimorar o arquivo ao máximo. Apenas por meio dessa confiança, oficializada pelos famosos termos de responsabilidade e confidencialidade assinados pelas partes envolvidas, é que se consegue otimizar o fluxo de informação de uma companhia e torná-la mais econômica, ágil, e, consequentemente, mais competitiva no mercado.

 

Ao mesmo tempo, a maioria das empresas receia entregar esse precioso e estratégico acervo a terceiros. É compreensível: para realizar uma parceria desse calibre, é necessário ter muita certeza de que o serviço será sigiloso e eficiente.

 

Exatamente por essa razão é que a Redata perseverou e se destacou, ao longo de décadas, na área de organização da informação. Virou uma marca de referência para pessoas físicas e jurídicas que precisam de documentação em ordem e sigilo total.

 

Com uma trajetória de mais de 30 anos, a Redata se orgulha muito de manter a confidencialidade como uma premissa de seus seus serviços. E quanto ao seu negócio? Sua empresa pode contar com parceiros que fazem valer os contratos assinados? Conte para nós na seção de comentários.