Blog

Negócios

Normas — por que tê-las?

quinta-feira, 21 de julho de 2016

É impossível organizar sem normas

Regras, parâmetros, procedimentos podem até ser corrigidos ou realinhados no dia a dia, mas é fundamental que estejam preestabelecidos para que se ponha qualquer coisa em ordem: de contratos e documentos sigilosos a filmes e programas do Netflix.

Além de guiarem o processo organizativo, as normas, uma vez adotadas, podem conferir prestígio.

Empresas e instituições públicas que seguem padrões internacionalmente reconhecidos, por exemplo, geram mais confiabilidade de investidores e órgãos reguladores, algo muito providencial para que consigam diversificar suas receitas e obter crédito.

Como qualquer trabalho cotidiano de gestão, a aplicação de normas requer atenção e dedicação, o que pode ser muito maçante para alguns.

Muito pior, porém, é se ver cercado de dados, mas sem conseguir extrair uma informação deles, ou sem documentos cruciais na hora de prestar contas ao fisco, à Justiça ou a uma consultoria externa… Esse tipo de cuidado já é, há muito, elemento-chave da boa administração.


Tags: