Blog

Negócios

Por que o Google foi multado em R$ 9 bilhões pela União Europeia?

quarta-feira, 5 de julho de 2017

 

O modelo de negócio criado pelo buscador do Google — que acrescenta anúncios afins às pesquisas feitas por usuários de todo o planeta pela internet — parece enfim ter encontrado um obstáculo à sua altura.

 

A União Europeia (UE) multou a empresa em 2,4 bilhões de euros (algo em torno de 9 bilhões de reais). O motivo? Nas buscas, a companhia favorece seu próprio serviço de comparação de preços.

 

Por exemplo, ao se digitar “torradeira” no site, não aparecem no topo (necessariamente) os produtos à venda mais acessados, de múltiplos varejistas online. Em vez disso, é comum que surja, encabeçando o resultado da pesquisa, o mecanismo do Google que compara preços na região onde você se encontra — em detrimento inclusive das marcas que pagam à companhia para serem apresentadas logo de cara, com o discreto sinal verde de “Anúncio”.

 

Com isso, o serviço que elenca preços de diferentes varejistas online, chamado Google Shopping, cresceu 45 vezes desde 2008 no Reino Unido, e 34 vezes na Alemanha, de acordo com a Folha de S. Paulo.

 

“O Google abusou de seu domínio no mercado como mecanismo de busca ao promover seu próprio serviço nas buscas e minimizar os de competidores”, declarou a comissária da UE responsável pela investigação, Margrethe Vestager.

 

A dinamarquesa Vestager, por sinal, tem personificado a postura crítica da Europa a práticas consideradas desleais em termos de concorrência. Ela já foi descrita pela revista estadunidense Fortune como “a burocrata que aterroriza firmas de tecnologia”, por também vigiar (e punir) outras gigantes da área, como Apple e Amazon.

 

Denúncias similares contra o Google já foram feitas também no Brasil em 2011, 2013 e 2016. Mas, por aqui, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) não chegou a um veredicto. Ainda.

 

O imenso volume de informações processadas pela empresa é, ao lado de seus logaritmos, seu maior ativo. Com esse instrumental quase único, o Google consegue fornecer uma série de respostas, porém a um custo aparentemente alto demais para o restante do mercado e, em última instância, para os próprios usuários.

 


Tags: - -